Notícias

27/07/2016 – UFSC e Polícia Militar se reúnem para definir ações conjuntas voltadas à segurança no campus.

O reitor da UFSC, Luiz Cancellier, acompanhado do secretário de Segurança Institucional, Leandro Luiz de Oliveira, e do diretor geral do gabinete, Álvaro Lezana, recebeu, na tarde desta quarta feira, 27 de julho, os comandantes da 1ª Região Militar, coronel PM Renato Cruz Junior, e do 4º Batalhão de PM, tenente coronel PM Marcelo Pontes. A audiência já havia sido marcada há algumas semanas e teve como um dos pontos centrais as ações relativas à determinação recente do Ministério Público Federal quanto à realização de festas e eventos não autorizados.

reunião pm reitor2

Conforme o documento do procurador Carlos Augusto de Amorim Dutra, a UFSC deve “exercer controle mais rigoroso quando da constatação da realização de festas/eventos não autorizados no interior do campus, inclusive com solicitação de auxílio policial”.

No documento o procurador faz menção, também, às “diversas medidas que vêm sendo adotadas pela administração da Universidade Federal de Santa Catarina para reforçar a segurança da comunidade universitária”. O secretário de Segurança Institucional, Leandro Luiz de Oliveira, apresentou no encontro com os representantes da PM alguns dados, como a ampliação no número de câmeras de monitoramento, a poda de árvores e ajustes de luminárias para ampliar as áreas de iluminação e a restrição à descarga de bebidas, dirigidas a eventos e festas não autorizadas, que já têm reduzido o número de ocorrências.

Os oficiais da Polícia Militar reiteraram, durante o encontro com o Reitor, a disposição de atender quaisquer ocorrências relativas a eventos e festas que não tenham sido autorizadas, nos limites da atribuição constitucional da Polícia Militar.

Para Leandro “a parceria e o diálogo com a PM e outros atores públicos da área de segurança têm permitido que a UFSC mostre à sociedade catarinense e à comunidade interna que segurança e tranquilidade no campus são prioridade”.

20/05/16 – Secretário de Segurança Institucional participa com Reitor de reunião com Conselho de Segurança.

O reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, Luis Cancellier, reuniu-se nesta quinta feira, dia 19, com a diretoria do Conselho de Segurança da Bacia do Itacorubi (Conseg). O Secretário de Segurança Institucional e representante da UFSC no Conseg, Leandro Luiz de Oliveira também participou do encontro, que teve ainda as presenças da presidente do Conseg, Ana Claudia Caldas; do secretário Wanderley Vargas; da coordenadora do programa Vizinho Solidário, Carmem Melo e do membro da Associação de Moradores do Jardim albatroz Córrego Grande, Andres Von Stockert. Participou, ainda, o Tenente Rieger, sub-comandante da 4ª Companhia de Polícia Militar, representando o comandante, Capitão Rafael Régis.

Durante a reunião, o reitor foi informado que o Conseg passará a funcionar no prédio da Praça da Trindade. A UFSC, como membro participante do Conseg, deve oferecer apoio à infraestrutura de alarme e de câmeras para o local. A parceria do Conseg com a UFSC prevê ainda o desenvolvimento de atividades esportivas junto à recém-criada Secretaria de Esportes e atividades culturais com a Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte)da UFSC,  além de possíveis atividades sociais com apoio da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd). Uma das ideias levantadas será ocupar os espaços e difundir a filosofia de polícia comunitária, vizinho solidário e dar visibilidade ao Conseg, buscando a participação da comunidade.

Para Leandro Oliveira, a parceria é fundamental. “Não somos uma ilha, e a ideia é somar esforços, participando como membros ativos do Conseg, já que estamos inseridos na região,” salientou.

Outra novidade é a inclusão do Colégio de Aplicação na ronda escolar e a possibilidade de implantação do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), da Polícia Militar, no colégio, após contato com a direção da escola.

O reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, Luis Cancellier, reuniu-se nesta quinta feira, dia 19, com a diretoria do Conselho de Segurança da Bacia do Itacorubi (Conseg). O Secretário de Segurança Institucional e representante da UFSC no Conseg, Leandro Luiz de Oliveira também participou do encontro, que teve ainda as presenças da presidente do Conseg, Ana Claudia Caldas; do secretário Wanderley Vargas; da coordenadora do programa Vizinho Solidário, Carmem Melo e do membro da Associação de Moradores do Jardim albatroz Córrego Grande, Andres Von Stockert. Participou, ainda, o Tenente Rieger, sub-comandante da 4ª Companhia de Polícia Militar, representando o comandante, Capitão Rafael Régis.

Durante a reunião, o reitor foi informado que o Conseg passará a funcionar no prédio da Praça da Trindade. A UFSC, como membro participante do Conseg, deve oferecer apoio à infraestrutura de alarme e de câmeras para o local. A parceria do Conseg com a UFSC prevê ainda o desenvolvimento de atividades esportivas junto à recém-criada Secretaria de Esportes e atividades culturais com a Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte)da UFSC,  além de possíveis atividades sociais com apoio da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd). Uma das ideias levantadas será ocupar os espaços e difundir a filosofia de polícia comunitária, vizinho solidário e dar visibilidade ao Conseg, buscando a participação da comunidade.

Para Leandro Oliveira, a parceria é fundamental. “Não somos uma ilha, e a ideia é somar esforços, participando como membros ativos do Conseg, já que estamos inseridos na região,” salientou.

Outra novidade é a inclusão do Colégio de Aplicação na ronda escolar e a possibilidade de implantação do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), da Polícia Militar, no colégio, após contato com a direção da escola.

conseg-300x180

 

Desde do dia 21/07/15 a Central de videomonitoramento da UFSC funciona em nova sede

O Departamento de Segurança Física e Patrimonial da Universidade Federal de Santa Catarina (DESEG/UFSC) inicia em nova sede as atividades do segundo semestre letivo.

O sistema de videomonitoramento funciona 24 horas e monitora as cerca de 1.300 câmeras instaladas na Universidade. Foto: Jair Quint/Agecom/UFSC

Localizada desde o dia 21 de julho na principal rótula de acesso ao campus da Trindade, na rua Roberto Sampaio Gonzaga, o serviço de alarme e videomonitoramento foi transferido por completo para o local na última sexta-feira, 28.

A sala de videomonitoramento conta com seis telas de 42 polegadas e três computadores. De acordo com o diretor do DESEG, Leandro Luiz Oliveira, a previsão é de que outras três telas e dois computadores sejam instalados até o final da semana. “São cerca de 4.500 salas protegidas por sistema de alarme e, aproximadamente, 1.300 câmeras instaladas na UFSC. A central conta com dois operadores diurnos e dois noturnos, e o sistema funciona 24 horas. O serviço é prestado por empresa terceirizada, com supervisão do DESEG”, afirma.

Todas as atividades relacionadas à segurança estão centralizadas no antigo prédio do Departamento de Administração Escolar (DAE), que abriga os setores de direção, coordenação, gestão administrativa, plantão, prepostos da empresa terceirizada, equipamentos, manutenção preventiva e corretiva dos sistemas, entre outros.

“Tivemos uma receptividade boa. Virou um local para informações. Recebemos elogios pela visibilidade dada à segurança da UFSC. Acaba aumentando a sensação de segurança das pessoas. Também ampliamos o setor do plantão, o ambiente ficou maior”, informa Leandro. A facilidade e a rapidez no deslocamento das viaturas, com mais agilidade no atendimento das ocorrências, também são apontadas como pontos positivos da mudança – antigas demandas do setor.

A UFSC conta com 47 vigilantes do quadro de funcionários efetivos e cerca de 300 vigilantes terceirizados que atendem aos campi de Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville. O diretor do DESEG, informa que estão sendo elaborados orçamentos para a instalação de duas novas guaritas no Campus Trindade, e que um novo software será implantado para interligar o monitoramento das câmeras analógicas e de tecnologia IP da Universidade.

A partir da próxima terça-feira, 11, o DESEG começa a fazer a distribuição de cartilhas com dicas de segurança e telefones úteis aos novos estudantes da UFSC.

Os telefones de atendimento do DESEG continuam os mesmos:

Plantão/Emergência: 3721-9555 / 3721-5050

Administração: 3721-9442 / 3721-2380 / 3721-6235

Setor de Investigação: 3721-7300

Monitoramento: 3721-5038 / 3721-2381

Base Integrada UFSC/KHRONOS: 3721-2382

Direção: 3721-4578

PDF

07/08/2015 – Informamos a toda comunidade do Campus Universitário que o Departamento de Segurança Física e Patrimonial está com nova localização, situado no antigo prédio do DAE, a Rua: Roberto Sampaio Gonzaga, próximo a rótula da CEF.

Hoje dia 25.11.14 reinicia a campanha para conscientizar motoristas que estacionam em locais irregulares.

A partir desta quarta-feira, 25 de novembro, os carros que estacionarem em locais indevidos na UFSC – como gramados, rótulas e vagas para pessoas com deficiência – receberão um adesivo de advertência. A campanha, que tem como objetivo a conscientização, existe desde 2012 e já alertou mais de dois mil motoristas que circulam na Universidade.

Neste ano, 500 carros foram advertidos, número menor do que em anos anteriores, quando a mesma quantidade de adesivos era distribuída a cada semestre. Apesar de a ação ter ajudado a diminuir o número de condutas irregulares, as infrações não pararam de acontecer. “Às vezes o que falta é consciência. Muitos estacionam sem perceber que podem trancar outros automóveis ou que ocupam vagas de deficientes físicos sem que o carro possua o selo indicativo”, destaca o diretor do Departamento de Segurança da Universidade (Deseg), Leandro Luiz de Oliveira. Os adesivos tem caráter pedagógico, já que os veículos só podem ser multados por guardas municipais ou policiais militares.

Scanned Document

PDF

Departamento de Segurança da UFSC participa de seminário nacional

Facebook Twitter
PDF
04/09/2014
image_previewOs técnicos-administrativos em Educação que atuam no Departamento de Segurança (Deseg) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) participam, entre 8 e 13 de setembro, do XXIII Seminário Nacional de Segurança das Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES) e Educação Básica Técnica e Tecnológica (EBTT). O evento acontece na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em Natal (RN). O objetivo é discutir novas abordagens de defesa, preservação, segurança, ordem, capacitação e a política de segurança das instituições.
Além do diretor do Deseg, Leandro Luiz de Oliveira, estarão presentes também os técnicos Teles Espíndola, Eloir Ramos, Adalberto Leopoldo Adriano, Claudemir Nascimento e Geraldino Barbosa. “O destaque do seminário será a discussão da reabertura de concurso público para o cargo de segurança, já que desde 1993 não há renovação dos quadros de seguranças nas universidades federais”, ressalta o diretor Leandro Oliveira. “Também serão discutidos os projetos de segurança das universidades, inclusive o apoio das autoridades aos projetos de lei que hoje tramitam e que têm impacto direto na execução de nossas tarefas, como a reabertura de concurso público, a criação da Polícia Universitária, o porte de arma, o risco de vida, entre outros temas relevantes”, salienta Oliveira.
A programação do evento pode ser acessada aqui.

 

Dia 04 de novembro de 2013 – Aquisição de nova viatura para o Departamento de Segurança.

O Departamento de Segurança comunica que foi contemplado com uma nova viatura no último dia 04 de novembro de 2013. O Diretor do Departamento de Segurança Leandro Luiz de Oliveira enalteceu a chegada da nova viatura, enfatizando a importância desta para a dar continuidade a ronda dentro do Campus Universitário. A entrega foi realizada pela Magnífica Reitora Profa. Roselane Neckel dando sequência aos investimentos e reaparelhamento do setor feitos pela atual Administração na Segurança do Campus.

 

Dia 06 de Agosto de 2013 – Agradecimento

Bom dia a todos, queremos agradecer os serviços do Departamento de Segurança da UFSC e a todos seus funcionários, sobretudo Telles, Jonas, Clayton e Vidal, que nos atenderam muito bem e prestaram os devidos apoios, assistências e orientações quando precisamos.

Eu e minha esposa fomos vítimas de sequestro e roubo dentro do campus da UFSC há uns 2 meses, mas graças à eficiência e prestatividade do pessoal da DESEG conseguimos ficar mais tranquilos e com o caso já se resolvendo junto à polícia.

Bom, novamente reiteremos nosso agradecimento e parabenizo à todos da DESEG por enfrentarem com coragem e eficiência o seu dia-a-dia, mesmo com todas as dificuldades (por não terem tantos funcionários e equipamentos como câmeras, cancelas, etc. para melhorar a segurança na UFSC)prestam um grande serviço à comunidade.

Obrigado e que Deus nos abençoe.

Helder e Valquiria.

 

Dia 31 de abril de 2010 – Seguranças da UFSC detiveram foragido da penitenciaria.

Em parceria com a Polícia Civil de SC, os agentes de segurança da UFSC realizaram a detenção do Foragido da Penitenciaria  da Capital Sr. Amauri da Silva Neto.

Amauri  foi detido quando trabalhava como flanelinha no estacionamento da Caixa Economica Federal.

 

Dia 25 de Abril de 2013 – Dois jovens acusados de assaltarem um estudante da 4ª fase de Direito no Campus da Universidade Federal, para roubar o Iphone e dinheiro foram capturados por policiais da Delegacia de Repressão a Roubos, ambos com 18 anos estão com prisão preventiva decretada.

As câmaras de vigilância da segurança do Campus foram fundamentais para a investigação” afirmou o Delegado Marcus Fraile, que ressaltou o apoio de funcionários do Departamento de Segurança Física da UFSC.

 

Dia 24 de Abril de 2013 – UFSC Reforça Segurança no Campus de Florianópolis

Há 20 dias, o Departamento de Segurança Física e Patrimonial (Deseg) da UFSC, juntamente com a Secretaria da Superintendência de Governança Eletrônica e Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic), executa testes no software utilizado para viabilizar o novo projeto de monitoramento por câmeras com qualidade de imagem digital. Ao todo, 47 câmeras que funcionam pelo novo sistema já foram instaladas e encontram-se no Centro de Ciências da Saúde (CCS), no prédio novo da Enfermagem.

A ação contínua do Deseg, de acordo com o diretor Leandro Luiz de Oliveira, colaborou para a redução de 60% em algumas ocorrências, como aquelas relacionadas a furtos de bicicletas. “Os arrombamentos de veículos também diminuíram, fato atribuído à prisão de algumas pessoas por meio das imagens das câmeras de monitoramento e da atuação em conjunto com a Delegacia de Repressão a Roubos e com a Polícia Militar”, explica. Ele atribui a queda do número de determinadas ocorrências à intensificação das rondas, ao sistema de monitoramento por câmeras, ao reforço da atenção dos vigilantes e à melhoria na iluminação do campus. Oliveira esclarece que a Prefeitura da UFSC está refazendo o sistema de iluminação do campus e realiza a manutenção constante dos equipamentos.

O índice geral de ocorrências em 2013 se manteve em relação a 2012 – 0,79 por dia, segundo informações do relatório emitido pelo Deseg. Até o dia 21 de junho, foram registrados 139 boletins de ocorrência (BOs). As reclamações variam, abarcando desde a perda de documentos a situações mais complexas, como a ocorrida no dia 6 de junho. Na ocasião, um caso de extorsão ocorreu no campus da UFSC em Florianópolis. O Deseg tomou conhecimento do ocorrido somente no último dia 17, após o registro do BO.

O fato aconteceu por volta das 23h30min, durante uma festa promovida pelo curso de Biologia. Um casal de estudantes foi abordado dentro do carro por duas pessoas. A equipe de segurança da Universidade já identificou os suspeitos e repassou os dados para a Delegacia de Repressão a Roubos, responsável pelo caso.

Números contabilizados desde o início do ano letivo apontam que foram feitas 171 abordagens, sendo 41 relacionadas a pessoas envolvidas anteriormente em outras ocorrências ou com passagens pelo sistema prisional. Essa informação foi levantada pela equipe de inteligência do Deseg, estruturada na Sessão de Investigação e Inteligência. Cadastros com foto auxiliam na apuração e na resolução de problemas de segurança.

Diante da preocupação com o assunto, a administração da UFSC desenvolve algumas ações. A reativação da Comissão de Festas, que discute a regulamentação dos eventos e, consequentemente, questões relacionadas à segurança dos estudantes e da comunidade, é uma delas.

Outra medida é a elaboração de uma cartilha com orientações e dicas de segurança, que atualmente está em processo de impressão na Imprensa Universitária. O material será distribuído durante a recepção dos calouros do segundo semestre. O diretor do Deseg destaca, ainda, que há a intenção de entregar o informativo aos estudantes na fila do Restaurante Universitário (RU) e também nas salas de aula. Ao todo, serão confeccionadas 20 mil cartilhas, com o intuito de alertar os alunos sobre cuidados básicos. Evitar lugares escuros, não deixar equipamentos eletrônicos em cima de bancos, não pegar carona com estranhos e também não oferecê-la a desconhecidos, além de checar se o carro está fechado, são algumas das recomendações.

Oliveira chama atenção para o fato de que, diariamente, são identificados de 10 a 12 veículos abertos nos estacionamentos da Universidade. Nesses casos, o procedimento da equipe de segurança é entrar em contato com os proprietários que possuem telefone cadastrado no Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Câmeras

O campus de Florianópolis conta com 1.030 câmeras analógicas instaladas para auxiliar no monitoramento do local. O diretor do Deseg esclarece que não há intenção de inutilizar as câmeras analógicas, mas de proporcionar a migração para sistemas com câmeras com qualidade high-definition (HD) nas novas instalações da Universidade, assim como a substituição dos equipamentos antigos por digitais, quando aqueles não tiverem mais condições plenas de uso.

A central de monitoramento do Deseg recebe imagens em tempo real também de Araranguá e Curitibanos. Um sistema similar será instalado em Joinville, para que seja possível a transmissão das imagens. As filmagens captadas nos campi são recebidas pelo Departamento, que tem funcionamento 24h, inclusive durante finais de semana e feriados.

O quadro da segurança é formado por 49 vigilantes efetivos. O Governo Federal não abre vagas para a área desde 1994, período em que aconteceu o último ingresso. A reitora Roselane Neckel trabalha para que seja realizado concurso para reforçar a equipe de monitoramento.

Ao todo, a UFSC conta com 221 vigilantes terceirizados, 57 deles contratados pela atual gestão. Trata-se de uma demanda antiga, autorizada pela Pró-Reitoria de Planejamento. “Hoje temos praticamente um segurança 24h em cada prédio da UFSC”, reforça Oliveira. Há 272 centrais de alarme distribuídas pela Universidade, o que representa 4.500 salas protegidas com alarme de intrusão.

A UFSC é a única universidade brasileira cuja equipe de segurança utiliza a pistola taser, equipamento não letal que, segundo o diretor do Deseg, tem contribuído para o trabalho dos profissionais da área. “Há um efeito visual bom nas abordagens, e também um efeito imediato quando é necessário. Ainda somos considerados a universidade mais segura do Brasil. As universidades federais do Pará e de Pernambuco adotam um sistema de segurança semelhante ao nosso e trocamos informações a fim de aperfeiçoar o trabalho”, explica.

Denúncias e avisos podem ser feitos pelos telefones (48) 3721-9555 e 3721-5050, ou por SMS, para o celular 8468-1508.

Mais informações: (48) 3721-9319 /

Bruna Bertoldi/Jornalista na Assessoria de Imprensa do Gabinete da Reitoria/UFSC